Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Prêmio Glow
TV » FINANÇAS

Mesmo com cortes de veteranos, Globo tem aumento de prejuízo

Com os desligamentos, a emissora teve grandes rescisões a pagar

Redação Publicado em 06/10/2021, às 16h28

Fausto Silva, Globo - Reprodução/Divulgação
Fausto Silva, Globo - Reprodução/Divulgação

Após realizar desligamentos de veteranos como Faustão, Tiago Leifert, Lázaro Ramos, Ingrid Guimarães, Vera Fischer, Antônio Fagundes e Reynaldo Gianecchini, a Globo fechou o primeiro semestre de 2021 com um prejuízo de R$ 144 milhões.

De acordo com o jornalista e colunista do Splash (UOL), Guilherme Ravache, o valor representa uma piora de 122% em relação ao mesmo período do ano passado, quando a emissora teve um prejuízo de R$ 51 milhões.

A Globo afirmou em um relatório divulgado no início de setembro que no primeiro semestre deste ano realizou uma "diminuição de R$ 281 milhões em pessoal como resultado das iniciativas contínuas de corte de custos, explicadas principalmente pela diminuição no número de funcionários devido à reestruturação corporativa desde 2019 e o menor custo de elenco".

Apesar dos cortes feitos pela gigante incluírem salários altíssimos, o efeito boomerang se instalou nos Estúdios Globo por conta das rescisões e dissídios.

A emissora ainda afirmou ter um "aumento de 48 milhões nas despesas pessoais explicado principalmente por indenizações e também por reajustes salariais anuais do sindicato trabalhista em acordos coletivos de trabalho".

Os salários e encargos sociais, que em 31 de dezembro de 2020 representavam R$ 1,18 bilhão no balanço da empresa, em 30 de junho de 2021, caíram para R$ 853,45 milhões.

A volta do futebol gerou ainda mais custos a emissora:

"Custos e despesas foram 36% superiores ao primeiro semestre de 2020, impactados pelo retorno de eventos esportivos ao vivo e pela amortização de direitos esportivos de R$ 503 milhões, devido ao grande reescalonamento de jogos que afetou todas as competições do futebol brasileiro no ano de 2021", diz o relatório.

Além disso, as novelas e programas que foram gravados durante a pandemia de covid-19, precisaram de materiais para que os protocolos de segurança fossem cumpridos.

Jorge Nóbrega, presidente executivo do Grupo Globo, afirmou em uma reportagem ao jornal Valor Econômico publicada em agosto que "a tarefa de virar uma 'media tech' exige tornar mais eficientes as operações tradicionais para manter uma boa gestão de caixa e apoiar novos produtos digitais, como o Globoplay, que têm alto crescimento, mas ainda requerem investimento pesado".

Séries e filmes também entraram para uma das maiores despesas da Rede Globo. Segundo um executivo, o aumento da concorrência no setor de streaming tem deixado os direitos de transmissão bem mais caros - o que inclui o futebol, filmes e séries.

Ainda de acordo com Guilherme Ravache, a Receita Líquida da Globo cresceu 17% (ou R$ 948 milhões) no primeiro semestre de 2021 em relação ao mesmo período de 2020, totalizando R$ 6,451 bilhões.

Apesar do crescimento, o EBITDA (Earnings before interest, taxes, depreciation and amortization - Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado caiu 133% no primeiro semestre deste ano, indo de um lucro operacional de R$ 613 milhões para um prejuízo operacional de R$ 201 milhõe - uma queda de R$ 814 milhões no semestre.

Mesmo com a queda de 3% no caixa da Globo de 2021 em relação a 2020, a emissora tem R$ 12,5 bilhões disponíveis em suas contas.

No segundo trimestre deste ano, também houve um aumento de 39% (R$ 999 milhões) na receita líquida da empresa com relação ao segundo trimestre de 2020, totalizando R$ 3,544 bilhões.

O diretor-geral de Finanças da Globo, Manuel Belmar, disse em nota que o segundo trimestre de 2021 aponta uma recuperação de receitas:

"Temos uma estratégia de negócios clara, sólida situação econômico-financeira, competência, qualidade, comprometimento e dedicação de todos os colaboradores. Mesmo diante de bons resultados, sabemos que a pandemia deve nos acompanhar por mais um tempo, o que deve demandar ainda paciência e cuidados especiais para a retomada do ritmo normal de produções. Enquanto isso, continuaremos mantendo o foco na saúde e segurança dos colaboradores com total prioridade".

Assista!

Matheus Baldi revela o valor e mostra como é por dentro das mansões de Luciano Huck, Neymar Jr., Anitta, Rodrigo Faro e Gusttavo Lima! Veja!