Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
TV » Só sucessos

5 novelas da Globo que precisam ser reprisadas logo

Redação Publicado em 11/06/2021, às 09h20

A trama envolvendo Donatela e Flora, personagens principais da novela A Favorita, dividiu opiniões do público. - Imagem: Reprodução/Globo.
A trama envolvendo Donatela e Flora, personagens principais da novela A Favorita, dividiu opiniões do público. - Imagem: Reprodução/Globo.

Novelas vêm e vão todos os anos, mas algumas nos marcam e o público acaba ficando com vontade de rever. Por isso, o Glow News separou 5 novelas da Globo que fizeram muito sucesso quando foram exibidas pela primeira vez e que merecem ser reprisadas.

A Favorita

A novela, considerada um sucesso, foi exibida pela primeira vez nas telas da Rede Globo em 2008. A Favorita tem como enredo principal a rivalidade entre Donatela (Claudia Raia) e Flora (Patrícia Pillar), mas o autor João Emanuel Carneiro inovou bastante ao adotar um recurso inédito: a novela não revela de imediato quem é a vilã e quem é a mocinha. Outros nomes globais, como Mariana Ximenes e Cauã Reymond, também aparecem na produção. A novela com certeza é uma das queridinhas do público mais velho e merece uma reprise.

Entre brigas e dramas em A Favorita, é impossível saber quem é a mocinha logo de cara: Donatela (Claudia Raia) ou Flora (Patrícia Pilar). Imagem: Reprodução/Globo.

O Clone

Exibida pela primeira vez em 2001, a novela O Clone alcançou uma audiência tão grande que a trama foi estendida em um mês! A produção foi protagonizada por nomes como Murilo Benício e Giovanna Antonelli, e contou até com a participação da Carla Diaz, a ex-BBB era criança na época e ficou conhecida pelo bordão "Inshalá", proferido durante o folhetim da Rede Globo. A história começa na década de 80, no Marrocos, mas a segunda fase da novela se passa nos anos 2000 na cidade do Rio de Janeiro. A trama abordou temas polêmicos para a época como vício em drogas e clonagem humana.

Giovanna Antonelli e Murilo Benício contracenaram juntos em O Clone. Imagem: TV Globo/Márcio de Souza.

Senhora do Destino

Essa é praticamente um clássico. A novela é dividida em duas fases e gira em torno do sequestro da filha recém-nascida da protagonista Maria do Carmo (Susana Vieira). A menina é roubada e criada como filha da prostituta Nazaré (Renata Sarrah), e Maria do Carmo faz do seu objetivo de vida reencontrar a filha. A produção foi um sucesso, sendo a novela de maior audiência dos anos 2000! Já foi reprisada duas vezes na Rede Globo, mas a gente não tem dúvida que merece uma terceira vez.

A atuação impecável de Susana Vieira e Renata Sarrah (nas laterais) em Senhora do Destino foi um dos motivos da alta audiência da novela. Imagem: TV Globo/João Miguel Júnior.

Passione

Passione é outro achado dos noveleiros de plantão. A trama foi exibida pela primeira vez em 2010 e a história contemporânea é ambientada em São Paulo, embora algumas cenas tenham sido gravadas na belíssima Itália. Nomes bastante aclamados como Fernanda Montenegro, Tony Ramos e Mariana Ximenes fazem parte do elenco. O enredo gira em torno da intensidade das relações familiares e pessoais dos protagonistas, com um toque de melodrama e ação policial. Para quem gosta de um pouquinho de mistério, é a reprise perfeita!

Em cenas gravadas na Itália, Totó (Tony Ramos) e Clara (Mariana Ximenes) dominaram as telas com clima romântico. Imagem: Reprodução/Globo.

Viver a Vida

De todas as novelas da lista, talvez Viver a Vida seja a mais arrebatadora. A produção foi exibida pela Rede Globo em 2009 e acompanha as emocionantes trajetórias dos protagonistas. Boa parte da trama gira em torno de Luciana (Alinne Moraes), uma modelo que, ao sofrer um acidente de ônibus, fica tetraplégica. A história de redenção de Luciana é muito comovente, e o autor Manoel Carlos não economizou recursos para transmitir ao público mensagens de esperança. Definitivamente merece voltar ao ar!

A história de superação de Luciana (Alinne Moraes) na novela Viver a Vida é um dos pontos altos da produção. Imagem: Divulgação/Globo.