Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Famosos » POLÊMICA

Sergio Hondjakoff admite que mentiu em vídeo negando cárcere privado em clínica de reabilitação

O ator pediu desculpas e disse que precisou mentir por conta do filho

Redação Publicado em 06/08/2021, às 15h59

Sergio Hondjakoff - Reprodução/Divulgação/Instagram
Sergio Hondjakoff - Reprodução/Divulgação/Instagram

O ator que ficou conhecido após interpretar o Cabeção em "Malhação" (TV Globo) de 2000 a 2006, Sérgio Hondjakoff, revelou em um áudio que mentiu no vídeo em que garantiu que não estava em cárcere privado em uma clínica de reabilitação em Pindamonhangaba, no interior de São Paulo.

O local foi fechado após a polícia receber denúncias de tortura e internação contra a vontade dos pacientes. Sergio explicou que precisou mentir para preservar a família e o filho, que tem apenas 1 ano.

"Bom dia! É com muita vergonha que eu venho através desse áudio pedir desculpas às pessoas que gostam de mim e as que não gostam, enfim, as pessoas em geral. Quero pedir desculpas por ter gravado um vídeo ontem mentindo sobre a minha internação. Fui internado porque foi preciso e menti para preservar minha família e, principalmente, o meu filho que só tem um aninho de idade. Tudo o que está nas redes da internet fica lá para sempre e menti porque não queria que o meu filho não tomasse conhecimento um dia desse fato depois de ele ter nascido. Peço que entendam a minha situação e que me perdoem. Beijão no coração e que Deus abençoe todos. Até breve, Serginho Hondjakoff", disse ele na gravação.

ENTENDA O CASO

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) informou ter fechado na última quarta-feira (04), uma clínica de reabilitação na zona rural de Pindamonhangaba, interior de São Paulo, após ser denunciada por tortura e internação contra a vontade dos pacientes.

No total, 46 pessoas teriam sido encontradas nos quartos com as portas fechadas pelo lado de fora e dentre elas, estaria o ator Sergio Hondjakoff, conhecido por interpretar o Cabeção em "Malhação" entre os anos 2000 e 2006.

O ator negou que estivesse em cárcere privado na tal clínica. Ao portal UOL, o Ministério Público também não confirmou a presença do artista na unidade.

"Vim desmentir mais um boato que saiu na internet dizendo que eu estaria internado em uma clínica, em cárcere privado. Não, mentira, eu tô aqui com a minha mãe em Resende, estou curtindo essas férias de inverno", disse Sergio em um em vídeo enviado por seu assessor.

"Estou mais perto da minha avó, que já está velhinha, da minha tia, minha família materna. Estou com muita saudade de vocês. Desmentindo esse boato de que estaria em uma clínica de reabilitação, estou aqui na casa da minha mãe em Resende. Quando essa pandemia passar, espero revê-los nas telinhas, nos telões... 'Tamo' junto, galera", completou ele.

Segundo o MP, os pacientes eram totalmente privados do contato com a família e obrigados a atestar documentos que alegavam que estavam internados de forma voluntária. 

Dois funcionários da clínica para dependentes químicos foram presos e vão responder por constrangimento ilegal, sequestro e cárcere privado. Já o crime de tortura ainda está sendo analisado pela polícia.