Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Famosos » Problemão!

Com recusa de Companhia aérea de levar seu cachorro, Gabriela Pugliesi pede ajuda: “Não sei o que fazer”

A influenciadora quer levar seu cachorro para uma viagem na Bahia, mas não consegue permissão devido ao tamanho e raça do cão

Redação Publicado em 25/06/2021, às 14h23

Reprodução
Reprodução

A influenciadora Gabriela Pugliesi comentou em suas redes sociais nesta sexta-feira, dia 25, que está enfrentando um problema. A musa fitness está passando uma temporada em Ilhéus, na Bahia, e deseja trazer os cachorros de São Paulo para ficarem com ela e com o seu namorado Túlio Deck, porém, não encontra uma companhia aérea que concorde em transportar o Dendê, seu cachorro da raça Pit Monster.

Gabriela relatou nas redes sociais que já conversou com as companhias TAM e Azul e nenhuma delas encontrou uma solução para o seu problema. “Nenhuma aceita essa raça, não sei o que fazer”, afirmou a influenciadora. Depois, ela ainda explicou que as outras duas cachorrinhas, a Nutella e a Vanilla, ambas da raça Chihuahua, que é de pequeno porte e não ultrapassa os 3 kg, não tiveram esse problema. O Glow News te explica porque isso acontece!

O Pit Monster é uma mistura de outras raças como Pit Bull e American Bully, mas com maior estruturação corporal e força. Um animal macho desse pode chegar a mais de 50 cm de cernelha e cerca de 45 kg. Apesar disso, costumam ser cães muito amáveis, sociáveis e extremamente leais, como é o caso do cachorro de Gabriela Pugliesi, segundo os cliques que a musa sempre posta com o animal lhe fazendo companhia!

Cliques postados na conta @dogsmaravida, perfil criado por Gabriela para compartilhar imagens de seus cães. Foto: Reprodução/Instagram

Devido ao seu tamanho e por ser considerado um cão de certa forma perigoso pela sua força, muitas companhias aéreas se recusam a transportar o animal.

Atualmente, existem duas formas de levar os seus bichinhos em uma viagem de avião: na cabine ou no compartimento de carga. Para levar ele na cabine, é preciso ter um assento na classe econômica e um animal com entre 5 a 7 kg, dependendo da companhia aérea escolhida. O custo para essa opção é de R$ 250 (por animal e por trecho) em voos nacionais e de R$ 600 (também por animal e por trecho) em voos internacionais. Já para o bagageiro, o peso limite do seu animal deve ser 32 kg, somando, 45 kg no máximo entre o animal e a caixa transportadora, com o valor de R$ 650 para voos nacionais e R$ 800 para voos internacionais. Pelo tamanho de Dendê, ele acaba não sendo permitido nos aviões.

Apesar disso, a influenciadora ainda não desistiu e continua procurando uma alternativa para que o seu animal possa ir encontrá-la! "Eu realmente nunca transportei ele, mas queria que ele viesse passar um tempo aqui. Se alguém tiver uma dica, por favor, me ajudem", pediu em seus stories do Instagram.