Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Prêmio Glow
Famosos » JUSTIÇA

Chá de sumiço! Anitta não é encontrada e será intimada em processo movido por fã que se sentiu humilhada

A equipe da cantora teria falsificado a assinatura de Maria Ilza para exibir imagem em documentário

Redação Publicado em 04/10/2021, às 15h06

Anitta, Maria Ilza - Reprodução/Divulgação
Anitta, Maria Ilza - Reprodução/Divulgação

Anitta deverá apresentar a sua defesa à Justiça em uma ação movida por uma fã, Maria Ilza de Azevedo, que alega não ter autorizado o uso de sua imagem no documentário "Anitta: Made In Honório", da Netflix.

O processo está correndo desde o fim do ano passado.

No quinto episódio da série da cantora, Maria Ilza aparece como alguém que invadiu o condomínio da poderosa no Rio Janeiro.

Porém, o advogado de Maria Ilza, Gabriel de Paula Ferreira, afirma em entrevista ao site Splash, do UOL, que ela foi autorizada a entrar na mansão e que, pela forma como foram veiculadas as cenas, a sua cliente se sentiu ridicularizada.

Até o momento, Anitta não foi localizada pelo oficial de Justiça, e por isso será citada em um edital do processo.

A funkeira terá um prazo de 20 dias para se apresentar.

"Se ela não apresentar defesa nesse prazo, o juiz vai decretar a revelia dela. Tudo o que alegamos na nossa inicial passa a ser verdade. É como se ela estivesse confessando tudo o que expusemos ao distribuirmos a ação", disse Gabriel.

ENTENDA O CASO

Maria Ilza alega que foi ridicularizada e, além disso, teve a assinatura falsificada pela equipe de Anitta, como se ela tivesse autorizado o uso de sua imagem.

O advogado de Dona Maria Ilza contratou um perito para comprovar que houve fraude na assinatura.

Para o "Balanço Geral", da Record TV, Felipe Dumas, que não conseguiu contato com Anitta, pois ela está morando atualmente nos Estados Unidos, enviou um vídeo dizendo que no primeiro momento, entrou com uma ação de indenização.

Porém, agora, o caso entrou em um novo episódio, evoluindo para um indício penal e está correndo no TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Estado do Rio).

A fã se sente humilhada por ser retratada no documentário como alguém que tentava "invadir" a casa da artista, no Rio de Janeiro.

"Essa história é curiosa. Maria Ilza estava internada no hospital com covid quando as pessoas entraram no quarto dela para tirar fotos. Posteriormente, a família foi descobrir que havia um documentário no qual ela aparecia 'invadido' a casa da Anitta. Ela havia levado um presente para a Anitta e foi confundida com a equipe de prova do vestuário", disse o advogado.

"Foi constrangedor, porque ficou tachada como se ela tivesse algum distúrbio mental, e entramos com ação indenizatória no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Neste processo foi juntado um documento de autorização de imagem. E Dona Ilza disse, categoricamente, que não tinha assinado [o documento]. Diante disso, levamos o documento para um perito cadastrado no TJ, e ele constatou que a assinatura não era dela, foi falsificada", finalizou.

Assista!

Matheus Baldi revela o valor e mostra como é por dentro das mansões de Luciano Huck, Neymar Jr., Anitta, Rodrigo Faro e Gusttavo Lima! Veja!