Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Comportamento » Bennifer

Após 17 anos, Jennifer Lopez e Ben Affleck retomam relacionamento; psicóloga explica porque isso acontece

Os dois foram flagrados aos beijos em um hotel em Malibu, nos Estados Unidos

Bárbara Blanco Publicado em 28/05/2021, às 16h57 - Atualizado em 14/06/2021, às 18h17

Imagem Após 17 anos, Jennifer Lopez e Ben Affleck retomam relacionamento; psicóloga explica porque isso acontece

Agora é oficial! Jennifer Lopez e Bem Affleck estão mesmo de volta. O casal foi flagrado aos beijos em um hotel em Malibu, nos EUA, neste domingo, dia 13.

Segundo o Page Six, eles estavam comemorando o aniversário de Linda, irmã de J-Lo. No vídeo é possível ver que, inclusive, os filhos da estrela já estão super familiarizados com Ben.

JLo e Ben aparecem bem apaixonados aos beijos. Foto: Reprodução/Pagesix/Vídeo

Depois de 17 anos separados, Jennifer Lopez e Ben Affleck foram flagrados no final de maio, passando um final de semana juntos na mansão da cantora, em Miami, nos Estados Unidos. A revista People divulgou que, segundo uma fonte próxima do casal, os dois reataram o namoro e estariam empenhados em fazer essa segunda chance dar certo.

JLo e Ben Affleck se conheceram durante as gravações do filme “Gigli”, em 2002, no qual eles interpretaram um par romântico. Na época, a cantora era casada com o ator Cris Judd, mas anunciou o divórcio naquele mesmo ano e, logo após a separação, revelou o relacionamento com seu parceiro de cena, dando início ao casal apelidado pelos fãs de “Bennifer”. Em apenas quatro meses juntos e completamente apaixonados, os dois noivaram.

O casamento estava marcado para setembro de 2003, logo após a exibição do filme protagonizado pelos atores, porém, quando chegou aos cinemas, o longa foi tão criticado que o casal preferiu adiar o casório para acalmar a mídia. Em janeiro de 2004, após muitos boatos, JLo e Ben Affleck anunciaram o rompimento.

Quase duas décadas e muitos outros relacionamentos depois, os dois se viram solteiros no início deste ano e aproveitaram para se reconectar. A amizade logo evoluiu para um romance, levando os fãs do casal à loucura!

A história, que é digna de um filme romântico, levou a internet a assumir que os dois se amaram em todo esse tempo distantes. Para entender melhor, o Glow News conversou com Rosangela Sampaio, psicóloga e apresentadora do programa Mulheres Em Flow, para explicar porque casais resolvem apostar em uma segunda chance.

Rosangela conta que a reconciliação é mais comum do que parece. “Alguns casais terminam seu relacionamento por diferenças insolúveis ou conflitos que não podem ser aceitos, outros decidem se separar porque simplesmente precisam de tempo e espaço para pensar”. No caso dos dois artistas, ela diz ser possível que esse tempo afastado e os outros relacionamentos apenas confirmassem seus sentimentos um pelo outro. Muitas vezes o afastamento é algo positivo, já que dá espaço para ambos amadurecerem e solucionarem os conflitos que os fizeram terminar em um primeiro momento. “Reconstruir um casamento ou relacionamento envolve superar desafios, o que requer perdão e trabalho árduo”, comenta a psicóloga.

Jennifer Lopez e Ben Affleck não foram as únicas celebridades a passarem por idas e vindas, outros casais famosos também já passaram por processos parecidos. Um exemplo muito conhecido é o casal Brumar, relacionamento entre Bruna Marquezine e Neymar Júnior, que, entre 2012 e 2018, teve inúmeras idas e vindas. Rosangela conta que existem três explicações para os famosos relacionamentos “ioiô”: esperança de melhora, carência e o medo da solidão.

O casal se conheceu em 2012, quando a atriz participava da novela "Salve Jorge" e o jogador era o craque do Santos. Foto: Getty Images

O primeiro se refere à expectativa de que, se você e seu parceiro retomarem a relação, as coisas irão mudar. “Se o relacionamento tem história, é provável que você se lembre de uma época em que os conflitos eram poucos e a felicidade abundante. Talvez você esteja esperando que as coisas possam voltar a ser como eram antes”, explica a psicóloga. Apesar de uma mudança de comportamento ser possível, não é saudável entrar em um romance esperando que isso aconteça: “Isso tende a levar ressentimentos e mais conflitos despertados pela crença de que você não aceita o outro como ele é”.

O segundo motivo é o envolvimento entre uma pessoa carente, que está sempre em busca de atenção, e outra resistente, que prefere sua liberdade e espaço próprio. “O relacionamento pode funcionar bem por um tempo, entretanto, mais cedo ou mais tarde um parceiro atingirá seu limite e se afastará. E, uma vez separados, o sistema se acalma o suficiente para que vocês comecem a se sentir bem juntos novamente e o ciclo continue”. Apesar de passar essa impressão, uma vez que a relação é retomada e passa o período conhecido como “lua de mel”, momento inicial de frenesi e felicidade, os conflitos voltam à tona.

Por último, o terceiro fator é referente à um medo da solidão e as dúvidas sobre o futuro, que faz alguém se submeter a um relacionamento disfuncional ao invés de tirar um tempo para si, ficando solteiro. Portanto, mesmo após o término, o casal se vê preso a retomar o romance. “Após a desintoxicação inicial, o medo assume o controle. Começamos a temer o fato de estarmos sozinhos e o que isso significa. Não somos amáveis? Há algo de errado conosco? Será que algum dia encontraremos alguém que realmente nos ame e aprecie?”, comenta a apresentadora.

Pensamentos destrutivos como esses apenas mostram que o ideal é procurar ajuda de um especialista e primeiro se curar, para depois encontrar um par romântico e poder, de fato, manter um relacionamento saudável e com perspectiva de futuro.

Gostou? Acompanhe mais dicas com Rosangela Sampaio, psicóloga e apresentadora do programa “Mulheres Em Flow”, no Instagram: @rosangelasampaiooficial

A psicóloga tem 12 anos de experiência na área e é especialista em Empreendedorismo Feminino. Foto: Divulgação