Glow News
Instagram Glow NewsYoutube Glow NewsTikTok Glow NewsFacebook Glow NewsTwitter Glow News
Beleza » Pele saudável

Descubra como prevenir as rugas precoces

Saiba quais são os cuidados para impedir o envelhecimento da pele com a doutora Gabriela Silveira

Redação Publicado em 11/06/2021, às 08h06

Reprodução
Reprodução

Fátima Bernardes, Grazi Massafera, Isabeli Fontana e Luana Piovani são algumas das celebridades que recorreram ao botox para prevenir as rugas. Com o envelhecimento, é comum aparecerem as temidas marcas de expressão, por isso, muitas pessoas apostam em procedimentos estéticos preventivos que vão do botox ao skin care diário. Em entrevista exclusiva ao Glow News, a doutora Gabriela Silveira, biomédica e proprietária da clínica Slim Santé, explica quais devem ser os cuidados na hora da escolha pelo procedimento e para evitar uma pele muito marcada.

Por que surgem as rugas?

“As rugas podem surgir na pele através de movimentos repetitivos de mímicas que são realizados ao longo da vida e também por deficiência principalmente de colágeno, elastina e ácido hialurônico, já que a pele começa a sofrer perdas a partir dos 30 anos”, afirma a doutora. Ela conta que é por volta dessa idade que o corpo passa a produzir menos colágeno e elastina, o que pode destruir as proteínas que deixam a pele firme. “Ou seja, podemos dizer que aos 30 anos começamos o processo de envelhecimento intrínseco do corpo. E se adicionarmos a esse envelhecimento, o extrínseco que está relacionado ao nosso estilo de vida, sabemos que os primeiros sinais do envelhecimento podem surgir até mesmo antes”, completa a Dra Gabriela.

O estilo de vida realmente faz muita diferença nesse processo! Fatores como uma rotina muito estressante, uso excessivo de computadores e telas com luzes que podem promover manchas na pele, uma alimentação desequilibrada e o pouco consumo de água são decisivos para o aparecimento de rugas e envelhecimento precoce da pele.

Cuidados preventivos

A especialista Gabriela Silveira explica quais são os cuidados essenciais para prevenir a pele enrugada. O primeiro passo é o uso diário do protetor solar FPS mínimo 30, que também auxiliará na prevenção do câncer de pele. “Hoje, um adolescente que tem a rotina de aplicar protetor solar todos os dias antes de ir a escola, já é um adolescente que previne rugas e com certeza terá esse hábito na vida adulta”, afirma a doutora.

Outros ativos que devem fazer parte da sua rotina de skin care são os antioxidantes, como séruns de vitamina C e o uso do ômega 3. Além, é claro, da alimentação saudável e hidratação constante.

Existem também os procedimentos preventivos feitos em clínicas, chamados bioestimuladores de colágeno. Segundo a doutora, os tratamentos que estão em alta são a aplicação de Radiesse e da Sculptra. Ambos conseguem aumentar a produção de colágeno da pele e, por isso, também existem as técnicas que com a junção dos dois tratamentos, chamadas de Double Stimulus. “Desta forma, promovem estimulação não somente na pele, porém também estímulo de melhora de estrutura óssea, visto que o suporte ósseo é perdido ao longo dos anos”.

Procedimentos pós-rugas

Infelizmente, a prevenção contra as rugas é um tópico recente nos cuidados com a pele, portanto, nem todas as pessoas têm consciência que devem fazê-lo e acabam recorrendo a uma dermatologista com a pele já muito marcada. Para isso, a especialista conta que existem alguns métodos mais específicos para a partir dos 30 anos: realização do botox pelo menos uma vez ao ano; aplicação de Toxina Botulínica duas vezes ao ano; reposição dos nutrientes perdidos com a idade, com cremes e procedimentos injetados como Skinbooster, que repõe ácido hialurônico, ou NCTF, que repõe 55 vitaminas do corpo.

A doutora Gabriela explica que nem sempre é possível reverter o envelhecimento precoce da pele, mas que pelo menos a melhora sempre é evidente. O resultado dependerá do estilo de vida de cada um. “Pessoas fumantes, por exemplo, acabam tendo um envelhecimento mais acelerado e os procedimentos estéticos nesses pacientes tendem a durar menos pelos danos do cigarro na pele”.

Gostou? Acompanhe mais dicas da Doutora Gabriela Silveira no Instagram: